A exploração do aproveitamento do Roxo iniciou-se em 1969, sob a gestão da Direcção-Geral dos Serviços Hidráulicos, passando esta actividade para a Associação de Beneficiários e Regantes do Roxo em 1970. Em 1994, em consequência de disposição legal, os estatutos da associação foram modificados passando a designar-se Associação de Beneficiários do Roxo. 

Tipo de organização: Associação sem fins lucrativos, tutelada pelo Ministério da Agricultura. Pessoa Colectiva de Direito Público n.º 500032386. 
Classificação de Actividades Económicas: CAE - 01610 - Actividades dos serviços relacionados com a agricultura. 
Principal Actividade: Exploração e Conservação do Aproveitamento Hidroagrícola do Roxo. 

Principais objectivos : 

1. Distribuir água, em quantidade e qualidade aos beneficiários do aproveitamento hidroagrícola; 
2. Efectuar a gestão das estruturas, equipamentos e pessoal afectos ao aproveitamento hidroagrícola; 
3. Efectuar a conservação e manutenção das estruturas e equipamentos afectos ao aproveitamento hidroagrícola; 
4. Promover o regadio e as actividades agro-rurais da região representar e defender os interesses dos beneficiários. 

Área beneficiada pela rega : 5.041 ha; 

Distribuição de água: Agricultura, Populações, Indústrias. 

Designação do aproveitamento hidroagrícola gerido pela ABR: Aproveitam